"EU NÃO TENHO UMA ALMA.
EU SOU UMA ALMA.
EU TENHO UM CORPO."
C.S. LEWIS

domingo, 26 de dezembro de 2010

Quem és tu?

Quem és tu? Dizei-me, por favor!!
Por que me vens na contramão??
Quem tu pensas que és, ó meu amor,
Prá invadir sem chaves o meu coração??

Quem és tu, oh meu amor?
que de mim se apossa assim feito dono
e faz-me  perder a vontade própria,
a cabeça e o sono?

Quem és tu? Explica-me esse descabido!!
Porque desde que chegaste,
A razão não me faz mais sentido!



Arão Filho e Ariadne Cavalcante


http://recantodasletras.uol.com.br/audios/poesias/37450

5 comentários:

Marco Aurélio disse...

Que maravilha esta peça tecida a quatro mãos! Quanto talento, quanta emoção!!!

Arão Filho disse...

Ariadne, ficou muito bela esta postagem! Voce é uma poetisa muito doce! meu beijo!

Janaina Cruz disse...

Quando há o medo há a fuga, mas precisamos encarar isso como questão de tempo minha amiga, se nem nós sabemos exatamente quem somos, como vamos querer que o outro nos conte quem é? Cansei de questionar a pessoas, para ter as minhas certezas, hoje apenas observo as, e amo as , mas não sei se recuperam-se de minhas inquisições... Afffffffff rsrs

Olha minha amiga, meu genro, é muito cabeça, ele tem um blog que lendo o sinto-me tão infantil, e penso que o cérebro desse menino nasceu antes dele, muitos anos antes:

http://cdethalisson.blogspot.com/

Lailla disse...

Legal para caramba.. gostei da foto também compôs bem o poema. Vou me atrever a responder seu poema: Isto se chama PAIXÃO! rsrsrs.. bjaum

Maurélio disse...

Dueto maravilhoso, parabéns poetas.
Bjsss Ariadne